quinta-feira, 3 de dezembro de 2015

A Ordem



Segundo volume de uma trilogia que se iniciou com o livro Silo, vamos descobrir o mundo antes do silo 18 do primeiro livro. Vamos descobrir ao longo do livro o porquê dos silos, a responsabilidade de quem decidiu "enterrar" parte da humanidade para a ir descartando à medida que os problemas sucedem.

Enquanto no primeiro livro os moradores do silo 18 e nós, leitores, só sabemos da existência deles próprios, a não ser quando na ultima parte do livro, Juliette decide sair por sua conta e risco e dá-se conta que há mais silos, alcançado o silo mais perto de si e encontrando gente viva lá dentro, num ambiente de morte e destruição que se arrastou por anos, neste segundo livro sabemos como foi decidido fazer um reset à humanidade e criar silos para manter os que tiveram a "sorte" de ser escolhidos, confinados.

Entre datas, uma vez que a cronologia não é sequencial, vamos viver a vida dos que tiveram o privilégio de ficar no silo 1, dando-nos conta de que eles controlam a vida nos outros silos, sem que os mesmos saibam. Mantém a ordem nos silos através de um mandatário que sabe da existência de alguém superior e quando essa ordem é quebrada e nem a condenação à limpeza do exterior que equivale a uma sentença de morte, mantém os ocupantes em ordem, dizimam a população desse silo, pelo carregar de um botão.

Vamos ver a procura de um dos personagens pelas razões daquelas decisões, as suas lutas emocionais ao dar-se conta da sua responsabilidade, vamos aperceber-nos que a fuga de Juliette no primeiro livro, é a responsável pelo "despertar" desse personagem do silo 1 e vamos a dada altura do livro, no ultimo terço, encontrar-nos com Jimmy do silo 17, o único habitante do silo que Juliette encontra na sua fuga.

Confesso que apesar de se tratar do silo 1, embora intercalado com situações em mais um ou dois silos, achei que era mais do mesmo do primeiro livro. Vida de clausura num local e o desejo de alguns verem in loco o que há lá fora, se é que há. 
Só me começa a interessar realmente, quando me dou conta de que a fuga de Juliette é dor de cabeça para esse silo, anos mais tarde do inicio do livro e quando nos explicam como é que Jimmy ficou só no seu silo.

Não vou a correr atrás do terceiro - O Legado - mas se me chegar à mão, irei ler com curiosidade.