quinta-feira, 22 de agosto de 2013

Escrever liberta


Liberta a alma dos momentos menos felizes
Liberta-nos da vida menos interessante

Liberta as personagens que temos criadas na nossa mente
Liberta uma história que as envolve

Só quem escreve, muito ou pouco, bem ou mal, pode entender esta libertação.

1 comentário:

Paula Teixeira Lopes disse...

é exactamente o que me move (nos move...): libertar-me com a ajuda das palavras! verbalizar um vazio, uma dor, uma expectativa lograda... e reencontrar-me a cada momento, esvaziar os cinzas e provocar a ebolição das emoçoes... das vontades!