quinta-feira, 17 de março de 2016

Não Contes a Ninguém

Bestseller internacional é um livro de leitura obrigatória para os grandes apreciadores do thriller. Não Contes a Ninguém, marca a estreia de Harlan Coben, na Colecção O Fio da Navalha. Reconhecido autor do género policial, Coben dá vida à história de David Beck, cuja mulher foi brutalmente assassinada num lago em Nova Iorque. Oito anos depois, perto desse mesmo lago, são descobertos dois corpos. E David começa a receber e-mails que pelo conteúdo só poderiam pertencer à sua mulher. Mas que deixam expressamente escrito - Não Contes a Ninguém! Intrigado, resolve investigar, envolvendo o leitor numa trama de suspense e inquietação da primeira à última página. Imperdível!

Eu gosto de ler. Por norma, qualquer tipo de livro me serve (desde que seja bem escrito e interessante, à exceção de um certo tipo de que já falei aqui várias vezes), mas há um estilo que me cativa mais: policiais.
E este livro tem tudo.

De inicio sabemos que Dr. Beck vive em sofrimento pela morte violenta da mulher oito anos atrás. Quando, logo no inicio recebe um estranho e anónimo e-mail que lhe dá a entender que afinal a mulher está viva,e esta informação chega também aos responsáveis pela sua morte, começa tudo. 

Enquanto tenta por todos os meios, descortinar se os e-mails são reais ou provas criadas para a policia o apanhar culpado de um crime de há oito anos, já que foram encontrados dois corpos no local do assassinato, tem que fugir dos criminosos que querem através dele chegar a Elisabeth, pois tiveram igual acesso aos e-mails.

Passamos o livro a correr com Beck, em fuga pela sua vida e pela vida de Elisabeth que deseja seja real, mesmo ainda sem saber, mas não nos fartamos.

A escrita é fluída tal como a acção e em momento nenhum pensamos que estamos atolados em palavras que não nos levam a lado nenhum e lemos capitulo após capitulo, desejando chegar ao próximo.

Neste livro, tal como em muitos outros, encontramos um policia ativo e empenhado que a dada altura desconfia que as provas que fazem com que Beck seja o primeiro suspeito, são demasiado bem apresentadas. Confesso, que tenho um fraquinho por policias que chegam a estas decisões - é sempre reconfortante saber que podemos ainda, confirmar que certos agentes da lei, se preocupam mesmo, com a verdade.

E chegamos ao final. As revelações são quase as esperadas. E digo quase, porque mesmo, mesmo no final dão algumas reviravoltas.


Se gostam do género aconselho. É muito bom de se ler.

2 comentários:

carla capricho disse...

Eu também gosto muito de ler e este não conhecia , fiquei com curiosidade de o ler .
Beijinhos e bom fim de semana .

Decorações pra Corações disse...

Opa, tbm gosto muito de ler.
Meu gêneros favoritos são fantasias e suspense.
Esse parece ser bom, vou coloca-lo na lista rss.

Beijos
Thaís Xavier